15 de mai de 2010

Saudades de Cássia Eller


Cássia Eller era, depois de Gal Costa, minha cantora preferida. Adorava o timbre de voz único, a agressividade, a irreverência e a forma de interpretar dela. Assisti a uns 5 shows, mas não pude chorar a morte de Cássia. Na hora que soube do seu falecimento, eu estava sentado no sofá de um hospital ao lado de uma tia querida que estava muito doente, e que, meses depois, veio também a falecer. Na inteção de não entrar num clima pesado de morte e tristeza, mantive a serenidade e continuamos todos conversando como se tratasse apenas da morte de mais um artista louco. No entanto para mim, foi trágico. No dia seguinte eu segui com um grupo de amigos para acasa de um deles em Arembepe, onde passamos a festa de Fim de Ano. Mais uma vez não chorei a morte de minha querida cantora. Ao voltar para casa, coloquei um dos discos de Cássia para tocar, e chorei muito.

Mas, a partir de então, passei a escutar muito pouco os discos de Cássia. Continuo adorando-os e paro para ver ou ouví-la sempre que ela aparece na minha frente na TV, rádio ou Internet. Mas comecei a colocar pouco seus discos porque Cássia para mim era movimento, uma presença tão cheia de vida, que, antes, quando ouvia um disco dela, sabia que aquela energia ali era verdadeira e estava poresente em algum lugar desse mundo. E me emocionava por saber que ela era real. Para mim Cássia Eller foi a maior cantora dos anos 90. O grande diferencial dela, o que a destaca de Marisa Monte, por exemplo, é que Cássia não teve antecessoras. Ela surgiu pronta, maravilhosa e única. É difícil perceber uma "cantora-referência" de Cássia, como é Gal para Marisa, Elis para Leila Pinheiro, etc.

Quando Cássia ainda estava por aqui, eu ouvia um disco seu pensando em como seria o seu próximo CD, e isso me dava mais tesão em escutá-la. Com sua partida, essa emoção deixou de existir. Porém, nas últimas semanas tenho ouvido e visto muito a Cássia, e mais uma vez, choro de emoção e saudade. Cássia Eller faz muita falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário